Maria Zulema Cebrian

03 - MEMÓRIA - MARIA ZULEMA - site

Nasceu na Espanha, no ângulo noroeste da península Ibérica, Galícia, cidade de La Coruña, em 16 de novembro de 1949, filha de Rodrigo Cebrian Perez e Mercedes Barreiro Prego de Cebrian. Veio para o Brasil, com seus pais, aos três anos de idade. Fixaram residência em São Paulo na cidade de Santo André. Tem dois filhos, Mário Ricardo Cebrian Leite e Ana Cláudia Cebrian Leite e quatro netos.

Ao longo de sua trajetória profissional, sempre direcionada e focada na cultura, atuou como professora, consultora de arte, tradutora, produtora de textos, ghostwriter, editora e escritora.

Formou-se em Pedagogia, Arte Educação com formação plena em Música, Museologia na Secretaria de Estado dos Negócios da Educação – Serviço de Museus Históricos, é Diplomada em Língua Espanhola pela Real Academia na Universidade de Salamanca na Espanha e em Língua Inglesa pela Universidade de Cambridge na Inglaterra.

Profissionalmente, atuou como marchande de renomados artistas nacionais e internacionais, promovendo exposições e instalações em museus e galerias de arte, coordenou e ministrou cursos, palestras e workshops sobre História da Arte, Tauromaquia, Ofício de Escrever e escreva, é mais fácil do que se imagina. É de sua lavra os títulos: Vontade de Ir Além – romance, Escreva Seu Livro, é mais fácil do que você imagina, que trata do exercício da escrita, Varal Antológico II e Coletânea Sem Fronteiras pelo Mundo – edição bilíngue (inglês e português) .

Quando diretora da Renoir Galeria de Arte e da Restaurun desenvolveu projetos de restauração de obras de arte, Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Igreja da Consolação, Santuário Frei Galvão e, Igreja de Baruel e exposições de artes plásticas.

No entanto foi, como editora da MZCebrian Editora, que desenvolveu sua verdadeira vocação à arte literária.

Como escritora deixou expandir sua capacidade de criar e diagnosticar problemas através de enredos e prescrever soluções, juntando letras, formando palavras, criando personagens. Descobriu um mundo de dramas contemporâneos, comédias, romances e sonhos. Transformou o cotidiano em contos, ensaios, romances, demonstrando que toda boa história é o reflexo total, da condição humana universal de nascer, crescer, aprender, lutar para se tornar um indivíduo consciente e morrer. Com relação a um de seus contos escreveu Rinaldo Gissoni:

04 - MEMÓRIA - MARIA ZULEMA - TROVA

TROVA – Rinaldo Gissoni

Suas histórias podem ser lidas como metáforas da situação real da humanidade, com personagens que incorporam qualidades universais. Uma jornada preenchida com detalhes e surpresas, um trabalho cheio de emoção e sentimento. Ficção e realidade misturam-se envolvendo-nos, a cada frase e a cada capítulo.

Atual Presidente da Academia de Letras da Grande São Paulo – ALGRASP vem desenvolvendo um trabalho de responsabilidade, comprometida com o cultivo e amor à língua pátria, preocupando-a o trabalho sério e correto dentro das diretrizes morais e sociais e, acima de tudo, com a fidelidade e o compromisso assumido de cidadã brasileira.

Ocupa desde 2006 a Cadeira 03 cujo patrono é Guilherme de Almeida.